Sociedade

Rede de tráfico de droga desmantelada no Alentejo

A operação levada a cabo pela PSP levou à detenção de três pessoas

Dois homens e uma mulher foram detidos na passada terça-feira, em Sintra, acusados de tráfico de droga. Com esta operação, a PSP acredita ter terminado a atividade de um grupo de traficantes que atuava sobretudo na região do Alentejo.

No anúncio feito hoje pela polícia, foi divulgado que os homens detidos têm 30 e 50 anos e a mulher 46. De acordo com o comunicado da PSP, dois dos suspeitos foram detidos depois de serem apanhados em flagrante delito com droga em sua posse. A terceira detenção aconteceu "mediante um mandado emitido pela autoridade judiciária, também na zona de Sintra, por o suspeito estar suficientemente indiciado".

A PSP afirmou ainda que "estes suspeitos estariam a dar continuidade à atividade delituosa em virtude de os seus anteriores fornecedores terem sido detidos, no âmbito do mesmo inquérito, em dezembro de 2018 e janeiro de 2019, no total de sete suspeitos", e acredita que, com esta investigação, tenha sido colocado um ponto final naquela atividade criminosa de “enorme expressão”, que era levada a cabo num “polo ativo onde semanalmente se deslocavam centenas de consumidores a fim de adquirir estupefaciente".

Na terça-feira foram também efetuadas buscas domiciliárias, que resultaram na apreensão de várias doses de heroína, cocaína, ecstasy e produto indeterminado, uma pistola, uma arma de fogo, uma arma branca, munições e cartuchos de variados calibres e 3.640.00 euros, conforme avança a agência Lusa.

Dois dos detidos ficaram sujeitos a termo de identidade e residência. Já o terceiro, por ter antecedentes criminais ligados ao tráfico de droga, teve como medidas de coação apresentações diárias na esquadra, proibição de frequenter as zonas de Setúbal e Alentejo e de se ausentar do país, proibição de contacto com os outros arguidos no processo e obrigação da entrega do passaporte.