Internacional

Terrorista da Nova Zelândia enviou email à primeira-ministra minutos antes do ataque

Brenton Tarrant, o principal suspeito do ataque de ontem em duas mesquitas na Nova Zelândia, foi presente esta manhã a tribunal.

DR  

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, minutos antes do ataque nas mesquitas, recebeu o manifesto do atirador através de um email.

De acordo com o jornal New Zeland Herald, menos de dez minutos antes de este levar a cabo o ataque terrorista, enviou o manifesto de 73 páginas à governante.

Este email foi enviado a cerca de 70 destinatários: à primeira-ministra, a vários meios de comunicação nacionais e internacionais, ao líder do Partido Nacional, Simon Bridge, e ao presidente da Câmara dos Representantes, Trevor Mallard.

“O email definia as razões que o levavam a fazer [o ataque]. Ele não disse, no entanto, que estava prestes a fazê-lo. Não houve oportunidade de o parar“, adiantou fonte do gabinete da primeira-ministra ao mesmo jornal.

 

Recorde-se que o ataque desta sexta-feira fez, pelo menos, 49 mortos.

 

A imprensa intenacional escreve ainda que Brenton Tarrant vai regressar a tribunal a 5 de abril.