Internacional

Homem que matou 49 pessoas na Nova Zelândia faz gesto de supremacia branca em tribunal

Brenton Tarrant foi acusado de homicídio

O autor do ataque levado a cabo esta sexta-feira na Nova Zelândia, em duas mesquitas, foi presente a tribunal na manhã deste sábado em Christchurch.

Nas imagens divulgadas pela comunicação social, Tarrant surge algemado e vestido com um uniforme branco de prisão.

No entanto, as imagens que foram partilhadas mostram ainda que, quando o atirador chega à sala, faz um 'ok' invertido – o símbolo relacionado com grupos defensores da supremacia branca.

O juiz pediu que as fotografias fossem reveladas com a cara do terrorista desfocada. 

Brenton Tarrant foi, para já, acusado de homicídio e vai voltar a tribunal no dia 5 de abril, altura em que deverá ser indiciado por mais crimes, adianta a Reuters.