Sociedade

Carro incendiado após atropelamento de cão no Porto

Autoridades suspeitam de sem-abrigo que será dono do animal que acabou por morrer

Carro incendiado após atropelamento de cão no Porto

Um automóvel foi incendiado, ao início da noite de sábado, numa avenida no Porto. Autoridades suspeitam que o fogo tenha sido posto como forma de retaliação pelo atropelamento de um cão de um sem-abrigo.

Um casal seguia de carro quando atropelou um cão de um sem-abrigo que deambulava por ali, o condutor recolheu de imediato o cão, tendo-o levado, assim como ao sem-abrigo que seria dono do animal, a uma clínica veterinária localizada na mesma avenida.  

De acordo com o Jornal de Notícias, o casal tocou à campainha, mas a clínica não possui serviço de urgência, embora tenha assistência 24h, e o animal acabou por morrer.

O dono, logo em seguida. Começou a agredir o casal, que se viu obrigado a fugir. Pouco depois, o carro começou a arder, levando as autoridades a suspeitar que o fogo tenha sido iniciado pelo sem-abrigo, que entretanto foi identificado pela PSP.

No local, a PSP teve de partir a janela de outro carro, para evitar que as chamas o atingissem, pois estava estacionado muito perto da viatura a arder.

Os comentários estão desactivados.