Internacional

EUA. Biden engana-se e dá a entender que vai concorrer às presidenciais de 2020

Há muito que especulação sobre uma possível candidatura do antigo vice-presidente de Barack Obama percorria os círculos democratas e a declaração não veio ajudar

O antigo vice-presidente de Barack Obama, Joe Biden, cometeu uma gafe perante mil democratas num jantar no estado norte-americano do Delaware, dando a entender que se iria candidatar à Casa Branca nas presidenciais de 2020. Poucos segundos depois, emendou a mão, afastando essa hipótese. "Não o queria dizer", garantiu Biden, de 76 anos. 

Biden disse que o seu currículo era o mais progressista de entre "qualquer pessoa que se esteja a candidatar", corrigindo-se logo de seguida ao dizer que é o mais progressista entre "qualquer pessoa que se candidate". Para o antigo vice-presidente, o importante é unir o país e que as próximas eleições serão as mais importantes de sempre. 

Em reação à sua gafe, os cerca de mil democratas que o ouviam levantaram-se para o aplaudir e pedir que se candidate já nas próximas eleições, enfrentando nas primárias 15 democratas, entre os quais Bernie Sanders, Beto O'Rourke e Elizabeth Warren. 

Há muito que especulação sobre uma possível candidatura de Biden à Casa Branca percorre os círculos democratas, com Biden a manter o silêncio sobre essa possibilidade.