Politica

“É muito injusto que todos os portugueses paguem redução do preço dos passes”

Rui Rio sublinha injustiça dos passes mais baratos serem suportados por portugueses “que vivem nos territórios mais pobres”

O presidente do PSD já manifestou o seu desacordo com a nova medida do governo da redução do preço dos passes dos transportes em Lisboa.

Para Rui Rio é “muito injusto” que o custo dessa redução seja imputada no Orçamento de Estado e, consequentemente seja ‘arcada’ pelos impostos de todos os contribuintes.

“Não concordo que todos os portugueses, incluindo os que vivem nos territórios mais pobres, paguem com os seus impostos a redução do preço dos passes em Lisboa”, escreveu o líder social-democrata no Facebook.

“Essa opção deve ser da responsabilidade das câmaras municipais e não do Orçamento do Estado”, acrescentou, finalizando: “Assim não. É muito injusto”.

O presidente do PSD reagiu à medida do executivo de António Costa, que tem recebido várias acusações de ser eleitoralista, no próprio dia em que se assinalou os novos tarifários nos transportes da capital, numa cerimónia pública de assinatura de contratos, que contou com uma representação significativa do governo.

Além do presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, estiveram presentes o ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Matos Fernandes,  o ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, o ministro das Finanças, Mário Centeno, e o primeiro-ministro, António Costa.