Internacional

Papa recusa renúncia do cardeal francês Philippe Barbarin

Cardeal apresentou pedido de renúncia após ter sido condenado por encobrir abusos de um padre

O cardeal Philippe Barbarin foi condenado em França por ter encoberto o abuso sexual de menores cometido por um padre da sua diocese de Lyon.

Na sequência desta condenação recente, o cardeal pediu a sua renúncia ao Papa Francisco, que no entanto não a aceitou.

"Na segunda-feira de manhã entreguei a minha renúncia ao Santo Padre, invocando a presunção de inocência, ele não quis aceitá-la", afirmou Philippe Barbarin, através de um comunicado divulgado pela diocese.

O cardeal tem 68 anos, 17 dos quais foram passados à frente da Arquidiocese de Lyon, foi condenado a 7 de março por esconder os abusos sexuais do padre Bernard Preynat a menores.