Desporto

Espanha. Médio a contas com gripe A deixa seleção

Fabián Ruiz, colega de Mário Rui no Nápoles, havia sido chamado pela primeira vez pela Roja


Um absoluto azar marcou a estreia de Fabián Ruiz em convocatórias da principal seleção espanhola. O médio de 22 anos, colega do internacional português Mário Rui no Nápoles, teve de abandonar o estágio da Roja devido a uma síndrome febril - que já o havia obrigado a falhar o último jogo dos napolitanos, frente à Udinese.

O que se veio a saber mais tarde, depois dos exames realizados esta segunda-feira, é que os sintomas apresentados por Ruiz configuram um quadro de gripe A, o vírus que se propagou em 2009 um pouco por todo o mundo mas que parecia controlado nos últimos anos. O médio ficou internado em solo espanhol, esperando-se que tenha alta médica nos próximos dias.

Para o seu lugar, o técnico Luis Enrique chamou Saúl Ñíguez, médio do Atlético de Madrid que havia, surpreendentemente, ficado de fora da convocatória inicial. Espanha irá defrontar a Noruega no Estádio Mestalla, em Valência, no sábado, na primeira jornada da fase de apuramento para o Euro 2020, deslocando-se a Malta na terça-feira.

Os comentários estão desactivados.