Sociedade

Fernando Medina subiu ao Pico sem autorização e agora vai pagar multa de 500 euros

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa subiu ao Pico, nos Açores, sem pedir autorização obrigatória à Casa Montanha.

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, vai ser multado em 500 euros por ter subido à montanha do Pico, nos Açores, sem  ter pedido o registo obrigatório na Casa Montanha e sem equipamento de segurança, no verão do ano passado.

Segundo o jornal local Ilha Maior, além de Fernando Medina, também dois familiares seus receberam uma multa com o mesmo valor. 

Recorde-se que o autarca foi aos Açores passar férias em julho de 2018 e, sem qualquer autorização e segurança, subiu à montanha do Pico.

À data, o mesmo jornal escrevia que, apesar de qualquer pessoa poder subir de forma autónoma à montanha, no dia em que o presidente da Câmara de Lisboa o fez, essa opção estava esgotada e tinha ainda uma fila de espera de mais de 50 pessoas.