Desporto

Ciclismo. Cipollini vai a julgamento por maus tratos à ex-mulher

O antigo campeão do mundo, considerado um dos melhores sprinters de sempre, arrisca cumprir pena de prisão

Visto por muitos como um dos melhores sprinters da história do ciclismo, Mario Cipollini está agora em maus lençóis. O antigo ciclista italiano, campeão do mundo de estrada em 2002, vai a tribunal responder pelo crime de maus tratos à ex-mulher Sabrina Landucci (irmã de Marco Landucci, ex-guarda-redes do Inter de Milão e da Fiorentina e atualmente treinador-adjunto na Juventus, de João Cancelo e Cristiano Ronaldo).

Cipollini, hoje com 51 anos, é acusado de agressões físicas e ameaças de morte à ex-mulher e também outras ameaças ao atual companheiro da mesma. Os episódios terão ocorrido em dezembro de 2016 e janeiro de 2017, estando o início do julgamento marcado para 28 de junho.

Caso venha a ser condenado, Cipollini arrisca pena de prisão. O antigo ciclista, refira-se, nunca fugiu de polémicas mesmo enquanto estava no auge da carreira, tendo mesmo sido expulso da Volta a Espanha em 2000 após agredir o ciclista espanhol Francisco Cerezo com um murro antes do início de uma etapa.