Vida

Será que cortar grande parte das orelhas é a nova tendência das modificações corporais?

Muitos utilizadores estão a questionar os riscos do procedimento

As modificações corporais são cada vez mais uma tendência e há constantemente novos procedimentos a surgir. Agora, além dos implantes ou das línguas cortadas ao meio, também é possível remover a parte interna da cartilagem das orelhas.

O procedimento, que promete tornar-se uma tendência, é conhecido como “conchremoval” e foi dado a conhecer pelo artista plástico Chai Mobert nas redes sociais.

Chai partilhou a história de Charles, que viajou diretamente da Austrália para que o artista pudesse realizar-lhe o procedimento.

De acordo com o artista plástico, esta nova tendência não leva à surdez. Embora a audição possa ser afetada nas primeiras semanas após o procedimento, tudo é uma questão de tempo até que “o cérebro se adapte aos novos ouvidos”.

No entanto, nem todos os Internautas parecem gostar desta nova ‘moda’ e muitos foram os comentários na imagem partilhada por Chai Mobert no Instagram a criticar o procedimento.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Fresh #conchremoval on @charlesvbentley who traveled around the world from Australia to have this procedure performed by me at @calmbodymodification. Truly humbled! ❤️☀️To get some facts straight note that this procedure doesn’t make you deaf. It might impair your ability to hear the direction of sound for the first week or two until your mind has adjusted to your new ears. Hearing from behind will in fact improve. Our ears doesn’t “catch” sound as it did eons of years ago when our ears were bigger hence why we have to create a bigger “ear” by cupping our hand around our ear to hear better. Remember to #BeCuteOrStayMute when commenting because I will block you if you’re being rude. 🖖🏻 . Check our my second account called @bravo33alpha for more of what I do outside of work. #calmbodymod #chaiatcalm #sutureporn #bodyaltering #bodymodification

A post shared by Chai (@chaiatcalm) on