Internacional

Há 30 portugueses desaparecidos na cidade da Beira em Moçambique

30 portugueses estão por localizar 


Trinta portugueses estão desaparecidos na cidade da Beira, em Moçambique, depois da passagem do ciclone Idai. A informação foi avançada esta quarta-feira pelo secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

"Há ainda portugueses que não estão localizados: temos na embaixada 30 pedidos de localização", referiu o governante, citado pela agência Lusa, depois de um encontro com a embaixadora de Portugal em Maputo, Maria Amélia Paiva.

Para José Luís Carneiro, é a "tranquilidade das famílias" que está em causa, acrescentando ainda que entre os principais problemas provocados pela passagem da tempestade está "a destruição de habitações e empresas".

A comunidade portuguesa da cidade da Beira manteve contacto com 100 pessoas. Assim, entre os 30 pedidos de localização, o governante adianta que vai tentar perceber quem está por encontrar.

Recorde-se que de acordo com o último balanço dos governos, a passagem do ciclone Idai em Moçambique, Malawi e Zimbabué já provocou mais de 300 vítimas mortais.