Sociedade

Saída do Expresso de Pedro Santos Guerreiro foi repentina mas já há substituto

"Ricardo Costa, vai assumir a direção do semanário Expresso de forma interina"

O até agora diretor do Expresso Pedro Santos Guerreiro deixou o cargo, que assumiu em 2014, sendo substituído por Ricardo Costa, diretor-geral de Informação da Impresa, empresa que detém a publicação

"Ricardo Costa, vai assumir a direção do semanário Expresso de forma interina", lê-se num comunicado do grupo.

"Esta mudança acontece na sequência da decisão tomada entre a administração do grupo Impresa e Pedro Santos Guerreiro, que deixa assim o cargo de diretor do Expresso", refere também a mesma nota.

No entanto, Pedro Santos Guerreiro “manterá uma ligação com o jornal, como colunista", informou o grupo.