Internacional

Área inundada na província de Sofala corresponde a 122 mil campos de futebol

Sofala foi a província mais afetada, com 1224,3 quilómetros de área inundada

O ciclone Idai passou por Moçambique e deixou um rasto de destruição, inundando pelo menos 1276 quilómetros quadrados nas províncias de Sofala, Manica e Zambézia.

Os dados de satélite são dos Serviços de Gestão de Emergência do Copernicus - Copernicus EMS, citados pela agência Lusa, e mostram que o território inundado naquele país africano equivale a cerca de 15 vezes a área de Lisboa.

Segundo os mesmos dados, Sofala foi a província mais afetada, com 1224,3 quilómetros de área inundada, o que corresponde a mais de 122 mil campos de futebol.

Na Zambézia registam-se 49,7 quilómetros de área inundada e em Manica, 1,97 quilómetros.

Recorde-se que, de acordo com o último balanço, a passagem do ciclone Idai em Moçambique fez pelo menos 242 vítimas mortais.