Desporto

Campeonato de Portugal. União da Madeira declarado insolvente

Dívidas do clube madeirense, que ainda em 2015/16 competia na I Liga, ascendem aos quatro milhões de euros

O Clube de Futebol União da Madeira, detentor de 40 por cento das ações do União da Madeira SAD, foi declarado insolvente esta quinta-feira pelo Tribunal Judicial da Madeira. A dívida do emblema madeirense, atual 11.º classificado na série B do Campeonato de Portugal, ascende aos quatro milhões de euros.

Era suposto ter havido eleições para a presidência do clube no último sábado, dia 16, mas o ato eleitoral acabou por ser adiado por falta de membros da Assembleia Geral. A nova reunião deverá ter lugar na próxima terça-feira, dia 26, esperando-se a nomeação de uma comissão de gestão para dirigir o clube, pois o atual presidente de clube e SAD, Filipe Silva, já anunciou que não se irá recandidatar.

O União da Madeira soma cinco presenças na I Liga, a última das quais bem recente: em 2015/16, quando terminou a prova no 17.º e antepenúltimo posto - nessa altura só desciam os dois últimos classificados. Na época seguinte ficou em terceiro na II Liga, a 17 pontos do promovido Aves, e em 2017/18 acabou em 17.º, sendo a primeira equipa da tabela a ser despromovida.