Sociedade

Mulher agrediu companheira e mordeu polícia

Uma mulher agrediu a companheira e mordeu um polícia, na freguesia da Falagueira, em Venda Nova, tendo ficado com medidas de coação não detentivas, segundo anunciou este domingo o Comando Metropolitano de Lisboa (COMETLIS) da PSP.


A Divisão Policial da Amadora da PSP de Lisboa deteve uma mulher, de 20 anos de idade, suspeita da prática de um crime de violência doméstica contra a sua companheira e de um de resistência e coação sobre um agente da Polícia e Segurança Pública.

Após notícia de que estariam a decorrer agressões dentro de uma residência, na freguesia da Falagueira, em Venda Nova, agentes policiais daquela divisão deslocaram-se logo para o local, verificando que a suspeita já se encontrava a abandonar a residência.

De acordo com informações policiais, quando abordada, tentou a fuga, sendo agarrada e disso impedida, mas na mesma ocasião resistiu com cotoveladas, empurrões e a exibição de uma faca que trazia escondida à cintura.

Depois dos agentes da PSP e Lisboa terem conseguido que a jovem largasse a faca e já no momento em que está a ser algemada, voltou a oferecer resistência, mordendo um dos polícias na zona da canela, acrescenta o COMETLIS da Polícia de Segurança Pública.

Já manietada por completo a suspeito, veio-se a contactar a vítima, uma mulher de 24 anos, companheira da suspeita, percebeu-se o contexto das agressões, que ocorreram momentos antes, no interior da residência desta última. 

A suspeita terá agredido a vítima com murros, asfixiando-a e ameaçando-a com a faca com que acabou por sair de casa e ameaçar os polícias momentos depois, segundo ficou apurado pela PSP.

Depois de presente no Tribunal Judicial da Comarca de Sintra, a arguida ficou sujeita a medida de coação não privativa da liberdade.