Vida

“É bom ser-se diferente e estranho”

Cantor Ed Sheeran explica como ter sofrido de bullying o ajudou a ter sucesso na vida

Antes de chegar onde chegou, o cantor Ed Sheeran passou por tempos difíceis na sua infância. Apesar de já ter arrecadado quatro Grammies, o artista nem sempre foi feliz e chegou a ser, muitas vezes, gozar por ter cabelo ruivo e usar óculos.

Hoje, agradece ter passado pelo que passou e explica como ultrapassou esse período da sua vida: “Odiei os meus tempos de escola. Chorava todos os dias”, começou por dizer o cantor numa entrevista ao DJ Nihal e ao rapper Dave.

“Sempre olhei para o meu percurso como atribulado e atrapalhado, sobretudo porque nunca tive muita sorte com as raparigas e tinha jeitos diferentes dos outros. Quando comecei a dar concertos, as pessoas descreviam-me como 'aquele miúdo ruivo com uma guitarra pequena', e eu comecei a ser lembrado por isso, até que a minha imagem se tornou uma memória para aqueles que me viam. Hoje em dia, aquilo que digo aos mais novos é sempre o mesmo: É bom ser-se diferente e estranho”, terminou Ed Sheeran.