Politica

PS expressa "choque e profundo pesar" pela morte de João Vasconcelos

João Vasconcelos morreu, aos 43 anos, vítima de ataque cardíaco, segundo apurou o SOL


O Partido Socialista (PS) expressou esta terça-feira o seu "choque e mais profundo pesar" pela morte do ex-secretário de Estado da Indústria João Vasconcelos.

“O Partido Socialista expressa o choque e o seu mais profundo pesar pela inesperada notícia da morte do nosso querido camarada João Vasconcelos, um dos melhores quadros do nosso Partido”, começou por referir o Partido Socialista numa nota publicada no seu site oficial.

“Com apenas 43 anos, João Vasconcelos foi um dos maiores divulgadores e impulsionadores da Economia Digital e do apoio ao empreendedorismo em Portugal, um entusiasta da promoção da sustentabilidade e responsabilidade social das empresas. Foi o diretor executivo da StartUp Lisboa entre 2011 e 2015, que constituiu um importante impulso para o renascimento económico da capital. Todos os socialistas sentem muito dolorosamente esta imensa perda, para o Partido e para Portugal, de alguém que ainda tinha muito para dar ao país, na luta por uma sociedade mais justa e moderna”, acrescenta.

Desta forma, o PS expressa "as mais sentidas condolências à família do João Vasconcelos, aos seus e nossos camaradas e aos seus muitos amigos”.

João Vasconcelos morreu, aos 43 anos, vítima de ataque cardíaco, segundo apurou o SOL.

Recorde-se que o antigo governante abandonou a secretaria de Estado da Indústria  do Governo socialista em julho de 2017, na sequência do Galpgate, que afastou também o então secretário de Estado da Internacionalização Jorge Costa Oliveira e o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais Fernando Rocha Andrade.