Sociedade

Parlamento Europeu aprova lei que proíbe venda de plásticos descartáveis

Medida vai entrar em vigor em 2021

DR  

Esta quarta-feira, o Parlamento Europeu aprovou - com 560 votos a favor, 35 contra e 28 abstenções - a nova lei comunitária que proíbe a venda de produtos de plástico de utilização única em toda a União Europeia (UE), sendo que a medida entra em vigor já a partir de 2021.

Em causa estão produtos como pratos, talheres, cotonetes, palhinhas, agitadores para bebidas, varas para balões, produtos de plásticos oxodegradáveis e recipientes para alimentos e bebidas de poliestireno expandido.

Segundo a lei aprovada, os Estados-membros vão ter de garantir que é feita a recolha seletiva de, pelo menos, 90% das garrafas de plástico até 2029, estando ainda prevista uma meta vinculativa de cerca de 25% de plástico reciclado para as garrafas a partir de 2025 e, em 2030, todas as garrafas de plástico terão de respeitar um objetivo de, pelo menos, 30% de material reciclado.