Sociedade

Urban Beach volta a ser palco de agressões brutais a jovem que frequentava espaço noturno

Agressões aconteceram em fevereiro deste ano e a vítima conta que foi levada para uma sala privada onde ficou rodeada de seguranças


Um novo caso de espancamento na discoteca lisboeta Urban Beach veio agora a público. O programa ‘Investigação CM’ revela, esta quinta-feira, que mais um jovem foi brutalmente agredido dentro deste espaço noturno por vários seguranças que prestam serviço na discoteca. 

À CMTV, o jovem, João (nome fictício), conta que foi agredido em fevereiro deste ano e que, quando tudo aconteceu, estava a dançar com os amigos na pista de dança e, do nada, um segurança lhe dá um encontrão, ao que este reagiu de forma educada, segundo conta.

A seguir, apenas se lembra de ter sido abordado com um golpe de mata-leão, que o fez perder de imediato os sentidos.

Depois das agressões, garante ter sido levado para dentro de uma sala – a chamada BOX – onde esteve cerca de meia hora sozinho com pessoas que não conhecia de lado nenhum e que tentaram, depois de o agredir, fazer com que a vítima parecesse estável, como se nada tivesse acontecido.

Em declarações à CMTV, a vítima explica como tudo aconteceu e refere que apenas apresentou queixa na PSP no dia a seguir.