Internacional

Número de vítimas mortais em Moçambique sobe para 598

Último balanço dava conta de 518 mortes

Esta terça-feira, as autoridades moçambicanas anunciaram que o número de vítimas mortais provocadas pelo ciclone Idai subiu para 598.

Assim, o mais recente balanço - apresentado pelo Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) - acrescenta mais 80 mortes desde ontem, segunda-feira, dia em que foi dado como terminado o período de salvamento e resgate.

Moçambique, em especial na região da Beira, foi o país mais afetado pelo Idai, que também fez dezenas de vítimas no Malawi e no Zimbabué.

Centenas de milhares de pessoas foram afetadas, sendo que muitas perderam tudo o que tinham, além dos 518 mortos confirmados, há ainda 1641 pessoas que ficaram feridas.

O país enfrenta também um surto de cólera, só na cidade da Beira, já há registo de 271 casos de cólera.