Desporto

Serena Williams arrepende-se do que disse ao árbitro Carlos Ramos

Na final do Open dos Estados Unidos, no ano passado, a tenista insultou o árbitro da partida

Na última edição do Open dos Estados Unidos, Serena Williams foi derrotada em dois sets por Naomi Osaka.

Durante o segundo parcial, a tenista norte-americana contestou várias vezes as decisões do árbitro Carlos Ramos, acabando por lhe dirigir pesados insultos como ”ladrão” e “mentiroso”.

Sete meses depois, a tenista norte-americana veio agora a público assumir o arrependimento pelas palavras proferidas.

"Os torneios do Grand Slam são para mim os mais importantes e no ano passado estive muito perto de voltar a ganhar um deles, depois de ter nascido a minha filha, mas se olhar para trás, para o que se passou na final, sinceramente não sei por que razão fiz aquilo", declarou Serena Williams no programa Today Show, da NBC.

A tenista terminou ainda dizendo que “não devia ter sido tão dura”. “Nunca percebi os motivos que me levaram a ficar tão transtornada", acrescentou.