Internacional

Vídeo mostra gerente de restaurante a estrangular funcionária grávida por fazer muitas pausas

Vítima estava grávida de quatro meses

Linda Joyce Wilkerson, uma antiga gerente da cadeia de restaurantes Taco Bell em Oregon, nos EUA, foi condenada na última sexta-feira a três anos de prisão com pena suspensa e a 100 horas de trabalho comunitário por ter estrangulado uma funcionária grávida. Em causa estava o facto de a vítima fazer demasiadas pausas para ir à casa de banho.

Segundo o jornal local The Oregonian, o caso remonta a junho de 2018 e a funcionária, na altura grávida de quatro meses, acabou por deixar o restaurante após as agressões.

Em tribunal, a agressora declarou-se culpada pelos crimes de agressão e estrangulamento.

Na altura, as agressões foram gravadas pelas câmaras de videovigilância do restaurante.

A agressora foi ainda condenada a pagar 250 dólares de indemnização à vítima e está proibida de manter contacto com a mesma.