Sociedade

Moçambique. Número de mortos sobe para 602

Dados foram atualizados pelo Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC)

A mais recente atualização dos danos provocados pela passagem do ciclone Idai em Moçambique dá conta de um novo aumento do número de mortos: 602 pessoas, mais quatro do que no último balanço, na terça-feira. Também o número de pessoas afetadas subiu, contabilizando-se nesta altura mais de 1,5 milhões.

Quanto aos feridos, o número não registou aumentos e mantém-se nos 1641.

Por outro lado, os centros de acomodação abrigam neste momentos 142.327 pessoas - 85% das quais na província de Sofala, a que mais sofreu com a passaem do ciclone.