Internacional

Israelitas vão hoje a votos para escolher novo parlamento

O atual presidente, Benjamin Netanyahu, está indiciado por práticas de corrupção 

Cerca de 6,4 milhões de israelitas começaram a votar às 7h (5h em Lisboa) para eleger os 120 deputados do parlamento e decidir se o primeiro-ministro Netanyahu, que está indiciado por práticas de corrupção, permanece ou não no poder.

As primeiras projeções deverão ser apenas conhecidas perto das 22h e os primeiros resultados oficiais só começam a ser divulgados no início de quarta-feira. No entanto, o resultado final poderá só ser conhecido dentro de alguns dias.

Benjamin Netanyahu tenta hoje a quinta reeleição – a quarta consecutiva – e tem afirmado estar inocente. Já o principal rival nestas eleições, o general Benny Gantz, líder da lista centrista Azul e Branco (cores da bandeira do Estado judaico), promete "terminar com a corrupção" do atual primeiro-ministro.

No início da campanha, o partido de Netanyahu era o claro favorito à vitória, apesar de o primeiro-ministro estar sob suspeita de corrupção. No entanto, a lista de Benny Gantz, ex-chefe de Estado-Maior, também se encontra bem posicionada.

Numa campanha eleitoral caracterizada por frequentes acusações entre os dois principais candidatos, a questão do conflito entre Israel e os palestinianos e a possibilidade de um recomeço das negociações ficaram de fora dos discursos eleitorais.