Politica

Justiça dá razão a Geoffrey Rush em caso de acusação de assédio

Jornalista condenado a indemnizar ator depois de ter sugerido que este tinha cometido assédio sexual

Um tribunal australiano deu razão a Geoffrey Rush que processou o jornalista do The Daily Telegraph, que referiu, em mais do que um artigo, que o ator tinha tido comportamentos impróprios com uma atriz com quem contracenava.

O juiz considerou que Rush tinha sido difamado, e condenou o jornalista e o jornal a pagarem cerca de 540 mil euros em danos, sendo que falta ainda calcular o valor da perda financeira, que também terá direito a indemnização, pela eventual influência da notícia na carreira do ator.

Durante o julgamento, o advogado de defesa de Geoffrey Rush sublinhou que este poderia nunca mais voltar a trabalhar devido ao impacto das publicações.

Satisfeito com a decisão da Justiça, Rush agradeceu o apoio da família e frisou que a situação tinha sido "extremamente angustiante para todos os envolvidos".