Sociedade

Ministro deixa aviso aos motoristas em greve

Siza Vieira sublinha que os serviços mínimos não estão a ser cumpridos e admite constrangimentos nas ‘bombas’

O ministro-Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, confirmou que houve um cancelamento de um voo em Lisboa e outro em Faro, no âmbito da greve dos motoristas de matérias perigosas que teve início às 24h, mas recusou falar ainda em risco de falta de abastecimento dos aviões.

"Os motoristas que estejam de escala têm de assegurar o serviço mínimo. Se não o cumprirem, podem sofrer as consequências legalmente previstas", afirmou aos jornalistas o governante.

"Os portugueses não podem ser prejudicados pela falha no incumprimento dos serviços mínimos", disse ainda Pedro Siza Vieira, garantindo que o nível de reservas "é critico e destina-se a voos de longo curso".

Sobre os postos de abastecimento, o ministro reconheceu que é provável que “alguns postos de combustíveis estejam em estado crítico”, pois “os serviços mínimos não estão a ser cumpridos", sublinhou.

Por outro lado, Siza Vieira está confiante que se chegue a um acordo entre as partes envolvidas e deixou a promessa de que o Governo está a acompanhar a situação.