Sociedade

Número de mortos do acidente da Madeira sobe para 29 e dois feridos são portugueses

Um dos feridos acabou por não resistir

O número de vítimas mortais do trágico acidente da Madeira subiu para 29. De acordo com declarações prestadas pelo autarca Filipe Sousa à RTP3, um dos feridos acabou por perder a vida no hospital.

Em conferência de imprensa, o vice-presidente do Governo Regional da Madeira, Pedro Calado, disse que “ainda é prematuro falar sobre os motivos” que originaram este acidente.

Fonte hospitalar confirmou, em conferência de imprensa, ao final da noite desta quarta-feira, a informação dada pelo autarca, tratando-se de uma mulher de nacionalidade estrangeira, que estava internada nos cuidados intensivos.

Pedro Freitas, adjunto da direção clínica do Hospital Dr. Nélio Mendonça e um dos responsáveis por fazer a atualização do estado de saúde das vítimas, indicou que dois dos 27 feridos são portugueses, mas não disse se são ou não madeirenses.

Dos feridos, todos adultos, três foram encaminhados para o bloco operatório. O clínico disse ainda que três dos feridos estão internados na sala de observações da urgência e 20 encontram-se numa ala de observação da urgência menos monitorizada.

Duas das vítimas deste acidente já tiveram alta.

A presidente da unidade hospitalar, Tomásia Alves, explicou que desde as chegada das primeiras vítimas, perto das 19h, "foi de imediato prestado apoio às vítimas e familiares e criadas linhas de apoio para esclarecimento dos envolvidos"

A anormal afluência obrigou à aplicação de "um plano de emergência permitindo ativar um gabinete de apoio na consulta externa e às pessoas que necessitarem". 

Para quem necessite de informações, deve contactar "os números de telefone seguintes: 291705659, 291705778, 291705679."

Atualizada às 23h40