Sociedade

Motorista do autocarro não tinha álcool no sangue

Resultado das análises deu negativo. Dois portugueses já estão livres de perigo e outras nove vítimas já receberam alta hospitalar.

O motorista do autocarro de turismo que caiu na Madeira, num acidente com pelo menos 29 vítimas mortais, não tinha álcool no sangue. 

A notícia é avançada pelo Expresso, que adianta que o motorista já fez as análises cujo resultado foi negativo.

O condutor tentou ainda travar o autocarro, conduzindo-o contra os muros das casas, tendo acabado por cair numa ribanceira.

O condutor do autocarro já foi operado, na sequência dos ferimentos decorridos do trágico acidente, estando já fora de perigo, assim como a outra vítima portuguesa, a guia turística de 32 anos.

As restantes vítimas são todas de nacionalidade estrangeira, sendo que 28 pessoas – 10 homens e 18 mulheres – morreram no local e uma outra no hospital, não tendo resistido aos ferimentos. As vítimas mortais têm entre 40 e 60 anos.

Dos 27 feridos, nove já tiveram alta hospitalar. Os restantes 18 continuam nos serviços de ortopedia, na unidade de cuidados intensivos polivalentes, nos cuidados intermédios e alguns em observação nas urgências, cinco pessoas foram submetidas a intervenções cirúrgicas.

Esta quinta-feira, deverão chegar à Madeira o ministro dos Negócios Estrangeiros da Alemanha, Heiko Maas, que virá acompanhado por uma equipa de psicólogos para prestar apoio às vítimas. O governante alemão deverá ser recebido pelo homólogo português, Augusto Santos Silva que também deverá aterrar hoje no Funchal.

 

Atualizada às 16h31