Internacional

Deslizamento de terras em mina na Birmânia faz dois mortos e mais de 50 desaparecidos

O incidente aconteceu na noite de segunda-feira


Duas pessoas morreram e “54 estão desaparecidas”, de acordo com a polícia local, citada pela Lusa,  depois de um deslizamento de terras numa mina de jade, na Birmânia. O incidente ocorreu na noite de ontem, segunda-feira, no estado de Kachin, uma região montanhosa, onde é comum acontecerem este tipo de catástrofes.

O deslizamento arrastou consigo muita lama, que atingiu muitos mineiros que se encontravam a dormir e cerca de 40 veículos, de acordo com a AFP.

Até ao momento só foram encontrados dois corpos.

A Birmânia é o principal produtor mundial de jade, mas as condições de extração desta pedra são ainda muito deficientes, sendo ainda comum a contratação de trabalhadores ilegais por parte das companhia mineiras para esta função.

Um relatório da ONG Global Witness, divulgado em 2015, aponta que a Birmânia vendeu cerca de 27,5 mil milhões de euros em jade em 2014, um valor dez vezes superior aos números oficiais. Este número representa metade do PIB do país, que é um dos mais pobres do sudeste asiático.

Os comentários estão desactivados.