Internacional

Executados 37 homens na Arábia Saudita

Um dos homens foi crucificado

Foram executados recentemente na Arábia Saudita 37 homens. Em causa estão condenações por crimes relacionados com o terrorismo.

A informação foi confirmada esta terça-feira através do Twitter da Agência de Notícias Saudita (SPA).

 "A pena de morte foi aplicada a um conjunto de criminosos por terem adotado ideologias extremistas terroristas e formado células terroristas para corromper e desestabilizar a segurança e espalhar o caos e provocar tensões sectárias", lê-se na publicação partilhada na rede social.

Segundo a CNN, um dos homens foi crucificado.

Também os nomes dos 37 condenados foram divulgados.

O reino saudita é governado por uma versão rigorosa da sharia, a lei islâmica, e aplica pena de morte em casos de terrorismo, homicídio, assalto à mão armada, violação e tráfico de droga.

Em 2018 houve 120 execussões na Arábia Saudita.