Internacional

Mulher é uma das bombistas suicidas dos ataques no Sri Lanka

Explosões mataram pelo menos 359 pessoas.

Esta quarta-feira, o ministro da Defesa do Sri Lanka, Ruwan Wijewardene, esclareceu que um dos nove bombistas suicidas que provocaram várias explosões no país, no passado domingo, se tratava de uma mulher.

As explosões aconteceram durante o dia da Páscoa em várias igrejas e vários hotéis de luxo.

Para já, o balanço divulgado pelas autoridades dá conta de 359 vítimas mortais, sendo que uma delas se tratava de um português, da cidade de Viseu.