Sociedade

Impacto mediático do automobilismo subiu 50%

O impacto mediático do automobilismo e karting subiu este ano quase 50% em relação ao mesmo período do ano anterior, continuando em fase crescente.

Segundo o Relatório de Impacto Mediático do Automobilismo e Karting, elaborado pela Cision, no primeiro trimestre de 2019, ascende a 12 milhões de euros, valor quase 50% superior ao registado o ano passado em período homólogo.

Segundo o presidente da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), Ni Amorim, “continuar nesta fase de ascensão é o objetivo desta direcção federativa, porque entendemos que só desta forma conseguiremos colocar o automobilismo e karting no patamar que merece”.

Para o antigo campeão de automobilismo, “trata-se assim de um processo longo e moroso que obriga a esforço e dedicação, mas acredito estarmos no caminho certo para continuar a fazer mais e melhor”.

Ni Amorim destaca que “estes valores refletem o esforço de todos os envolvidos nas modalidades de automobilismo e karting, pilotos, equipas, marcas, clubes, mas também da FPAK, que continua a estabelecer parcerias que permitem uma maior divulgação do nosso desporto”.