Desporto

Neymar: "É o meu estilo de jogo que leva os adeptos ao estádio"

O avançado brasileiro deixa conselho a quem critica a sua forma de estar em campo: "Quem quer ver golpes e patadas vá ver MMA ou boxe"

Frequentemente criticado pela sua forma de jogar, nomeadamente devido aos dribles e malabarismos sobre os adversários e também ao espalhafato após lances divididos, Neymar garante já não se deixar incomodar pelo que dizem de si. 

"Já incomodaram muito, hoje em dia não ligo mais. Já não aguento mais explicar-me, falar, ou deixar as pessoas conhecerem-me para saberem como sou. Quem me conhece sabe do meu caráter e da minha essência, tem noção de tudo que eu já enfrentei e quem eu sou", referiu o avançado brasileiro em entrevista à Fox Sports.

Questionado sobre o motivo da existência das críticas, Neymar acredita ter a ver com as sucessivas fintas e dribles sobre os jogadores contrários. "Pode ser pela forma como eu jogo em campo, pela forma como meus adversários ficam zangados, aí as pessoas começam a dar mais razão a quem bate do que a quem dribla, dar mais razão a quem faz uma falta do que a quem faz golo", indica, completando: "A minha melhor qualidade sempre foi o drible. Eu nunca parei de driblar, de procurar a minha melhor versão dentro de campo. Às vezes, incomoda-me esse tipo de críticas sobre o meu jogo. É difícil explicar às pessoas que estão a assistir o que sentimos dentro de campo".

O atacante do PSG, que voltou aos relvados na partida que consagrou o conjunto parisiense bicampeão francês, frente ao Mónaco (3-1), depois de três meses afastado, considera mesmo que a sua forma de jogar é a mais aliciante para os amantes de futebol. "O meu estilo de jogo é o que traz adeptos, é o que traz o público ao estádio. Ninguém quer chegar e ver carrinho, ver golpes, patadas. Se quiser isso, vai ver MMA ou boxe", sentencia.