Desporto

“Estamos à frente um ponto, mas queríamos estar três”

Técnico portista assume responsabilidade no empate em Vila do Conde

O FC Porto estava a ganhar em Vila do Conde por 2-0, mas bastaram apenas cinco minutos para o Rio Ave fazer o empate. Sérgio Conceição diz que é “ingrato”, mas assume a culpa.

"É ingrato o que aconteceu hoje, mas os culpados somos nós, a começar por mim. Não é possível estar a ganhar 2-0, com possibilidade de fazer o terceiro e quarto, e acontecer isto. Oferecemos o 1.º golo [do Rio Ave] e o segundo foi um ressalto. Não há que meter a cabeça em baixo, há que assumir as responsabilidades. Não merecíamos isto até aos 75 minutos, depois acho que merecemos aquilo que nos aconteceu", começou por dizer o técnico dos ‘dragões’.

Questionado sobre o que dizer aos adeptos, o técnico é claro. "Não se diz absolutamente nada. Eles querem lá saber das desculpas, eles querem ganhar como eu e como a equipa. É assumir a responsabilidade e ponto final", afirmou.

 “Estamos à frente um ponto, mas queríamos estar três”, rematou.