Internacional

Mulher vive 20 dias com a irmã morta em casa

A mulher terá problemas do foro psiquiátrico

A polícia e os bombeiros de Alicante, Espanha, encontraram um cadáver já em avançado estado de decomposição, de uma mulher que estava morta há já 20 dias, de acordo com o El Mundo.

O corpo foi encontrado numa casa, onde residia a irmã da vítima, que sofre de patologia psiquiátrica e que garantiu às autoridades não saber que a irmã estaria morta.

Os vizinhos alertaram as autoridades, uma vez que já não viam as duas irmãs, com cerca de 50 anos, há alguns dias e sentiram um odor forte nas imediações da casa onde as duas viviam.

Quando os bombeiros chegaram ao local aperceberam-se, ainda antes de entrarem na habitação, que se encontrava uma pessoa deitada no chão. A irmã da vítima, inicialmente, recusou-se a abrir a porta.

Depois de permitir a entrada dos bombeiros, a mulher foi transportada para o Hospital de Sant Joan d'Alacant, onde lhe foi confirmada uma doença do foro psiquiátrico e diagnosticada amnésia.

Durante as investigações não foram encontrados indícios de violência.