Politica

45 anos depois, Armando Vara deixa PS

Antigo ministro socialista quer evitar "qualquer embaraço" ao partido


Armando Vara decidiu desvincular-se do Partido Socialista (PS) para “evitar qualquer embaraço ao partido”.

De acordo com o Diário de Notícias, o advogado de Armando Vara informou, esta terça-feira, através de uma carta, o secretário-geral do PS da decisão do seu cliente.

Segundo o mesmo jornal, que cita a referida carta, Armando Vara afirma que se desvincula para "evitar qualquer embaraço ao Partido a que aderiu faz este ano 45 anos”.

Recorde-se que Armando Vara se encontra a cumprir uma pena de prisão efetiva de três anos, em Évora, pelo crime de tráfico de influências.

O SOL já havia entrado em contacto com o Partido Socialista para esclarecer a situação atual do antigo ministro. No entanto, até ao momento, não obteve qualquer resposta.