Politica

Carreira dos professores. Ana Catarina Mendes deixa alerta ao PCP e BE

“Num dia não podemos dizer ‘que grandes feitos conseguimos, que melhoria de vida trouxemos às pessoas', e noutro dia deitar tudo por terra”


A secretária-geral adjunta do PS Ana Catarina Mendes revelou que, se o PCP e o BE votarem ao lado do PSD no que diz respeito ao descongelamento do tempo total das carreiras dos professores, poderão estar a pôr em causa a solução governativa conseguida há quatro anos.

“Num dia não podemos dizer ‘que grandes feitos conseguimos, que melhoria de vida trouxemos às pessoas', e noutro dia deitar tudo por terra”, afirmou a deputada numa entrevista ao Expresso.

“O que estou a dizer é que espero que nesta votação imperem a responsabilidade, serenidade e que não se deite por terra tudo o que foi conquistado ao longo destes anos”, acrescentou Ana Catarina Mendes, frisando que cada partido tem de ter “responsabilidade” quanto às posições que toma.

“É preciso continuarmos a garantir o equilíbrio que conseguimos ao longo destes quatro anos, percebendo que não é possível dar tudo a todos. E não desprezar que não pode ser tudo deitado fora”, afirmou.