Sociedade

Homicídio. Mulher de 37 anos morta por estrangulamento

Ao que tudo indica o autor do crime terá sido o ex-marido da vítima, que foi entretanto detido pela GNR.

 

Uma mulher de 37 anos foi morta esta quinta-feira, em Vila Real de Santo António, Faro. Ao que tudo indica o autor do crime terá sido o ex-marido da vítima.

A vítima terá sido estrangulada, revelou ao i fonte da PSP. O crime terá ocorrido em casa da vítima e o suspeito terá voltado para sua casa, em Monte Gordo, depois da prática do crime.

Sabendo do sucedido, familiares e amigos da vítima foram atrás do suspeito com armas brancas, escreve o Correio da Manhã. Nessa altura, as forças policiais já estavam à procura do suspeito, que acabou detido em Monte Gordo pela GNR.

De acordo com o mesmo jornal, o historial da relação do casal já era complicado. Recentemente a vítima divorciou-se do suspeito. Quando o casal morava junto em Monte Gordo já haviam indícios de violência doméstica, adianta o mesmo jornal. No entanto, ao i, fonte da PSP não confirmou os indícios, afirmando que no sistema daquela força policial “não existiam antecedentes relacionados com violência doméstica”.

Até ao momento não se sabe se se trata efetivamente de um crime de violência doméstica. Cabe agora à Polícia Judiciária investigar o caso.

Dois homicídios na mesma semana

Ainda na terça-feira, uma mulher de 40 anos foi assassinada por um colega de trabalho. O homem atingiu mortalmente a mulher na cabeça com uma arma de fogo, dentro do carro. De seguida tentou suicidar-se com dois tiros, contudo, falhou e ficou gravemente ferido.

A PSP foi chamada ao local devido a agressões num parque de estacionamento, tendo encontrado a vítima e o atirador dentro do carro, estacionado junto às instalações do banco Millenium BCP, no Tagus Park, em Oeiras, onde ambos trabalhavam.

A vítima tinha dois filhos menores, um com quatro e outro com sete anos.