Internacional

Não vacinar os filhos pode vir a custar 2.500 euros aos pais alemães

Em caso de aprovação, a medida entrará em vigor já em 2020

O Governo alemão quer erradicar o sarampo e, para isso, está a preparar-se para penalizar todos os pais que não vacinem os filhos. As multas podem chegar aos 2.500 euros.

A proposta foi apresentada por Jens Spahn, ministro da Saúde. Em declarações ao Bild am Sonntag, Jens Spahn explicou que a medida consiste na expulsão das crianças não vacinadas dos infantários. No caso das crianças mais velhas, que não podem ser expulsas porque a frequência é obrigatória, o Governo pretende multar os pais.

“Todos os pais devem sentir-se seguros por saber que os seus filhos não serão infetados e ameaçados pelo sarampo”, declarou o ministro.

Em caso de aprovação, a medida entrará em vigor já em 2020.

De acordo com dados do Instituto Robert-Konch, a taxa de vacinação na Alemanha é de 93%, quando a recomendada é de 95%.

Na Alemanha registaram-se vários surtos de sarampo por todo o país desde o início do ano, sendo que, nos primeiros dois meses de 2019, foram contabilizados 170 casos.