Internacional

União Europeia rejeita que avião abatido na Líbia pertença à operação Sophia

“As forças Sophia apenas operam em águas internacionais, não no território da Líbia"

União Europeia rejeita que avião abatido na Líbia pertença à operação Sophia

DR  


O avião abatido na Líbia não pertencia à operação Sophia, revelou esta terça-feira a União Europeia (UE).

“Nenhum avião da Sophia foi abatido” esta terça-feira na Líbia, afirmou Antonello de Renzis Sonnino, porta-voz da UE, à Lusa.

O canal saudita Al Arabiya divulgou que o Exército Nacional Líbio (ENL) tinha afirmado, em comunicado, que um piloto português comandava um avião abatido no sul de Tripoli no âmbito da operação Sophia.

No entanto, contactada pelo i, fonte do Ministério da Defesa garantiu que não se trata de um militar ao serviço das Forças Armadas portuguesas, acrescentando que não há presença militar portuguesa na Líbia.

Agora, em declarações à Lusa, o porta-voz da UE rejeitou que o avião seja seu e que “as forças Sophia apenas operam em águas internacionais, não no território da Líbia".

Os comentários estão desactivados.