LifeStyle

Está sempre com fome? Quatro razões que lhe dizem porquê

Especialista enumera algumas razões que podem influenciar a fome

Acabou de almoçar ou de jantar e já tem fome? Nunca se sente saciado? Se respondeu sim a estas duas questões, mas não sabe o porquê de isso lhe acontecer existem alguns fatores que podem esclarecer as suas dúvidas.

“Se a pessoa se alimenta adequadamente, mastigou bem os alimentos, ou seja, não devorou a comida, não há motivos para ainda assim ter uma fome incontrolável. Se isto acontece, é porque algo se está a passar”, explicou Viviane Christina de Oliveira, endocrinologista, à revista Exame.

No entanto, existem alguns fatores que o ajudam a perceber o que está a falhar.

O primeiro é a desidratação. Se está desidratado o seu corpo pode confundir a falta de líquidos com fome. “A confusão dá-se no hipotálamo, a parte do cérebro que regula tanto o apetite como a sede”, explica Viviane. Se sentir fome, mesmo depois de comer experimente beber água e esperar cerca de 20 minutos.

O segundo fator é o consumo exagerado de hidratos de carbono, que aumentam o nível de açúcar no sangue.

Está mais stressado do que o habital? Também pode gerar fome. “Quando a pessoa está muito tensa, ocorre um aumento na produção de hormonas do stress -adrenalina e cortisol.  Os níveis elevados dessas hormonas enganam o corpo, que por sua vez pensa que está a ser atacado, e então a fome aumenta”, explica a especialista.

Por fim, a falta de proteína pode ser outro fator para estar sempre com fome.