Sociedade

Ataque a Alcochete. Um dos 38 arguidos que estavam em prisão preventiva saiu em liberdade

Arguido vai aguardar pelo julgamento em prisão domiciliária

Esta quinta-feira, um dos 38 arguidos no caso do ataque a Alcochete que se encontravam em prisão preventiva saiu em liberdade.

O arguido vai continuar a aguardar julgamento, mas desta vez em prisão domiciliária com pulseira eletrónica, avança a TVI. Outros três arguidos, que também recorreram da medida de coação de prisão preventiva aplicada, esperam por uma decisão ainda esta quinta-feira.

A fase de instrução do processo está marcada para a próxima segunda-feira. 

Recorde-se que há cerca de um ano, um grupo composto por 40 alegados membro da Juve Leo entraram na Academia do clube, tendo agredido a equipa.