Sociedade

"Líderes de bando" de carteiristas detidos em Lisboa

Suspeitos têm 25 e 57 anos

Dois homens, “líderes de um bando” suspeito da prática de diversos crimes de furto qualificado por método de carteirista, foram detidos pela PSP, em Lisboa.

"Os arguidos, suspeitos de 15 crimes pelo método de carteiristas, atuavam essencialmente nos elétricos mais frequentados por turistas, acreditando a investigação que se tratam dos líderes de um bando que atua naquelas carreiras e que, por diversas vezes, de forma isolada, já foram detidos", refere o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, num comunicado citado pela agência Lusa.

De acordo com a mesma nota, os homens, de 25 e 57 anos, que atuavam no interior das carreiras do elétrico 15 e 28, em Lisboa, foram detidos este sábado. Um dos suspeitos é português e o outro é de nacionalidade estrangeira.

"Os arguidos optavam, em regra, por vítimas turistas, que muitas vezes se fazem transportar com grandes quantidades de dinheiro e que, por estarem em transito no país, muitas vezes também, não chegam sequer a apresentar queixa. Ou quando o fazem, posteriormente não estão disponíveis para outras diligências processuais por já terem regressado ao país de origem", acrescenta.

Os suspeitos estavam "amplamente referenciados pela prática deste tipo de crime, tendo já sido sentenciados várias vezes e cumprido, inclusive, pena de prisão".

Os arguidos ficaram em prisão preventiva.