Internacional

“Temos de redirecionar os impostos dos salários para o carbono. Há que taxar a poluição, não as pessoas”

“O dinheiro dos contribuintes não se deveria usar para aumentar os furacões, prolongar as secas e as ondas de calor, destruir os corais ou derreter glaciares”

António Guterres, secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) considerou que os impostos devem passar a ser aplicados ao carbono e não aos salários.

Aos olhos do responsável quem deve pagar não é o cidadão, mas sim o causador das alterações climáticas: “Temos de redirecionar impostos dos salários para o carbono. Há que taxar a poluição, não as pessoas”.

O secretário-geral da ONU defendeu ainda que “o dinheiro dos contribuintes não se deveria usar para aumentar os furacões, prolongar as secas e as ondas de calor, destruir os corais ou derreter glaciares”.

Guterres falou durante uma cerimónia organizada pelo ministro neozelandês das Alterações Climáticas.