Sociedade

Site da Eurovisão sofre ciberataque durante semifinal

A página da Corporação Israelita de Radiodifusão Pública (Kan) sofreu, esta terça-feira, um ciberataque, levando à breve interrupção da emissão online da gala da Eurovisão. Segundo Eldad Koblenz, executivo da Kan, o acontecimento terá tido origem no Movimento de Resistência Islâmica, Hamas.

Durante o ciberataque, foi apresentado um vídeo que incitava os espetadores a procurar refúgio rapidamente como sinal de alerta para um suposto ataque ao centro de exposições de Tel Aviv, terminando com a mensagem “Israel não está seguro”, como escreve o jornal El País.

Apesar do incidente online, a transmissão televisiva funcionou regularmente. O organização acredita que a mensagem não terá chegado a muitas pessoas.