Sociedade

Homem vai pagar mais de mil euros por ter deixado cão doente e com fome

Chico já foi adotado

FAcebook

Em fevereiro, um cão de raça bóxer foi resgatado pela "Associação Ajuda a Alimentar Cães" por estar a passar fome e doente num terraço de uma habitação na Quinta Grande, na Madeira. Agora, o dono do animal foi condenado a pagar 1.139 euros dos custos do tratamento do animal.

“A Associação Ajuda a Alimentar Cães procede, e procederá sempre, sem dar tréguas, sem olhar a quem e doa a quem doer, à denúncia dos crimes de maus tratos e abandono de animais de companhia de que tenha conhecimento no exercício da sua atividade, instruindo e acompanhando os processos através do seu departamento jurídico e até às últimas consequências”, lê-se numa publicação partilhada na página oficial da associação, no Facebook.

Segundo o site dnoticias, a associação vai suportar os custos do restante tratamento do animal.

De acordo com o mesmo site, o animal havia sido encontrado, no meio de fezes e urina, bastante desnutrido, com pulgas e com um tumor no pénis.

O cão, de nome “Chico”, já foi adotado.