Sociedade

Português encontrado morto em casa com sinais de violência em Moçambique

Foi visto pela última vez no domingo

Um português de 40 anos foi encontrado morto na casa onde vivia, em Maputo. O corpo apresentava sinais de violência, segundo o cônsul-geral de Portugal na capital moçambicana, citado pela agência Lusa.

Alexandre Pamplona tinha sido visto pela última vez no domingo passado e o seu corpo, com sinais de agressão com uma arma branca, foi encontrado na quarta-feira, na sua casa no Bairro do Triunfo.

O português, que vivia sozinho em Maputo, era técnico de som em equipas de filmagem, sendo que o seu último trabalho foi para o Programa Alimentar Mundial (PAM), na sequência da passagem do ciclone Idai na zona da cidade da Beira, no centro de Moçambique.

O cônsul-geral em Maputo, Frederico Silva, disse à agência Lusa que as autoridades portuguesas foram informadas da morte de Alexandre Pamplona por amigos e colegas de trabalho. “Temos mantido contacto com eles, a família da vítima e as autoridades policiais moçambicanas", afirmou, acrescentando que os indícios apontam para "uma morte violenta".