Desporto

Inglaterra. Man. City arrasa e faz o triplete

Bernardo Silva participou diretamente em dois dos seis golos com que os citizens brindaram o Watford

Está completado o primeiro triplete da história do Manchester City - e do futebol inglês, já agora. Os citizens, orientados por Pep Guardiola, golearam este sábado o Watford por 6-0 na final da Taça de Inglaterra, juntando esta à conquista do bicampeonato e também da Taça da Liga - só falhou mesmo a Liga dos Campeões.

Até foi o Watford - carrasco do "luso" Wolverhampton nas meias-finais - a criar a primeira grande oportunidade do jogo, com Roberto Pereyra a surgir isolado perante Ederson aos 11 minutos, mas a permitir a defesa do antigo guarda-redes do Benfica. A partir daí, porém, o Manchester City dominou completamente o encontro, chegando com naturalidade ao primeiro golo aos 26', com David Silva a combinar com Sterling e a bater o veterano Gomes.

Aos 38', o 2-0, com Bernardo Silva a descobrir Gabriel Jesus e o brasileiro a tocar subtilmente por baixo do corpo do compatriota do Watford. Sterling ainda pontapeou a bola antes desta cruzar a linha de golo, ficando a dúvida sobre a quem foi atribuída a autoria do mesmo.

O vendaval de golos surgiria na segunda parte. Aos 61', e já com o Watford todo balanceado para o ataque, foi De Bruyne a anotar o seu nome na lista de marcadores, concluindo um contra-ataque conduzido por Gabriel Jesus. Sete minutos depois, os papéis inverteram-se: o belga lançou o canarinho e este não falhou na cara de Gomes.

Já à entrada para os dez minutos finais (81'), Bernardo Silva furou pela defesa dos hornets e entregou a bola de bandeja para Sterling finalizar. Cinco minutos depois, o bis (ou hat-trick) do internacional inglês, igualando o resultado mais desnivelado de uma final da Taça de Inglaterra: só tinha acontecido em 1902/03, quando o Bury venceu o Derby County pelo mesmo resultado.