Economia

OCDE prevê menos crescimento e défice mais elevado

Dados foram apresentados no relatório Economic Outlook, divulgado esta terça-feira.

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) reviu em baixa a estimativa para o Produto Interno Bruto (PIB) para 1,8% e agravou a previsão do défice para 0,5%. Estes resultados foram publicados no relatório Economic Outlook, divulgado esta terça-feira e mostram que a OCDE não está tão otimista como o Governo, cuja estimativa era de 1,9%. Já em relação ao défice, Centeno previa 0,2%.

Para o próximo ano, a OCDE prevê uma expansão de 1,9%. “O consumo privado vai continuar a aumentar em resposta ao crescimento persistente do emprego e, mais recentemente, dos aumentos salariais”, revela o relatório.

“A redução da dívida pública deve continuar a ser priorizada, em parte através da introdução de novas mudanças na política de aumento de produtividade. Os regulamentos existentes em alguns setores, incluindo serviços profissionais e transportes” deveriam sofrer alterações, aconselhando ainda reformas no sistema judicial e maior aposta na orientação vocacional.

Mas não será só Portugal a desacelerar. A OCDE garante que haverá um abrandamento mundial justificado com as tensões entre os Estados Unidos e a China, que poderão abater 0,6% do PIB global.